amor de Rita

Rita, a da Ana é de Pedro também, emprestada, ninguém sabe. vergonha. mas mãe como mãe sabe e disfarça, faz de conta no não e o convida para voltar.

dizem que luto não é a tristeza da despedida. ela continua. fosse isso infinito era desenho de artista. o que tem é o corte do fio. que fio? o fio do se. quando um olha, o outro não.

então Rita faz papel de, fica assim dependurada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s