Entre o querer e o fazer

se você é como eu, não pense que é plágio, estou gerando essas escritas há tempo, o que vou escrever é mesmo genuíno e original, talvez o que aconteça é que tenhamos as mesmas genuilidades, vai saber.

há dias, quando soube que tinha uma pessoa dentro de mim, acreditei que devia pedir a Deus que a desse um presente por toda a vida, um que eu não poderia dar.

desde então minhas orações suspiram por alegria e paz.

sabia que amor, eu tinha para dar.

hoje, depois de 13 anos confirmo que “Amar é ter um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, a qualquer momento, ele pode voar” [Rubem Alves].

Menina

eu quero te carregar no colo todos os dias, eu quero buscar no fim do mundo um escudo para que mal algum te fira, eu quero arrancar toda raíz de medo que ouse crescer em suas entranhas,

mas não faço. como te deixaria livre para voar?

sabe aquela propaganda que a mãe diz pra filhinha “depois que você chegou meu mundo ficou mais feliz”? acredite, simplesmente é.

assim a vida, tem tempo que a gente precisa ficar entre o querer e o fazer.

não sei se te amo do jeito direito, mas alguma confusão acontece, desde seu aparecimento cada vez que te vejo eu é que recebo alegria e paz.

obrigada pelo presente.

bem oportuno: amanhã vou postar, o que essa menina escreveu para sua professora, que lindo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s