Espero que sim

Não sei se a gente vai se lembrar… quanta coisa linda na vida!

Fazer com os pés desenhos na areia, ver o vento invisível empurrar a nuvem pesadíssima para longe sem deixá-la cair, ouvir o riso dos meninos e meninas que sei como gostei, lembrar da Ana que conheci.

Pena dura porém, é ir para as margens de mim, onde o sol consegue esfarelar a terra e secar a água, onde não me embeveço e só adoeço, onde o mesmo solo que é palco de pega-pega também é campo de demolição.

Todo ano a gente quer começar com a vida bem bonita… desejos, ações, pensamentos,  uma lista de realizações; toda hora a gente olha do lado e se acha um pouco melhor que o outro, faz comentários, abaixa a cabeça, e troca de pensamento dizendo ser essa tarefa de alguém.

Até que num dia muito triste eu ouço uma menina encontrar alegria no fundo  do nada.

Faz arte com gestos nos lábios e solta um agradecimento, pelo amor que todos deram ao seu amor. E então eu sei que valeu a pena.

Espero que sim. Espero que a gente se lembre.

Anúncios

3 comentários sobre “Espero que sim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s