Chuva

Chovia muito e há muito. Da vidraça da janela, Carmena ouvia atentamente aos pedidos da rua. Era aquela chuva perseverante, como uma pulsação intermitente, transformando a água fria em febre, lavando e esfregando já não ter mais o quê, como que pedindo pra um braço forte lhe fazer parar. Já não sabia mais de onde vinham os pedidos, se da rua, da chuva, do céu fechado, da roupa encharcada de um homem em pé. De onde ?

E o que fazia aquele homem lá ? Carmena começou uma história para o homem em pé.

Ele tinha um sonho, o de conhecer a dita rua. A razão ela não se arriscou a imaginar, era um segredo só dele, e a ninguém quis revelar.

Por se tratar de um sonho, como você já sabe é algo difícil, se não for assim não vale como sonho, então sondou, ensaiou, arriscou, ousou, até que parou de fazer qualquer ato semelhante a tentar, e enfim chegou lá.

Quando lá chegou, estava com a caneta e o papel no bolso. Ele queria anotar e descrever todas as impressões daquele lugar tão sonhado, mas agora Carmena vê que ele não pode, ou até agora não pode. É que esse lá, essa rua, o que fez foi puxar a sua alma pra fora, como uma troca de lugar, onde o corpo ficou dentro e a alma ficou fora.

Assim o homem em pé estava em êxtase! Com a alma do lado de fora ele conseguia enxergá-la. Via que dela nasciam desejos, um a um a si mesmos desenhando. Seu receio era que quando se mexesse a alma voltasse para dentro e os desejos sumissem, evaporassem.

A princípio Carmena quase conversou com a chuva, mas a visão do homem em pé foi uma música que lhe atropelou os sentidos, lhe impôs emoções inesperadas, e não era pra ser, sua intenção era só entender o que se passava, se passava.

Encharcou toda Carmena, a chuva, sua boba.

Gerusa Pedreira e Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s