Meu menino

Quero  te escrever.

O quê ? Se dentro de mim não encontro palavras, para expressar o quanto te quero bem ?

E agora, lembrei –me dos registros que faço de suas falas :

 

=             (após os pais enfatizarem a importância de ser gentil com as pessoas…)

                “A vida é como um espelho : se  você sorri pra ela, ela sorri pra você.”

 

=             (ao redor da mesa, olhando uma macarronada sem queijo na hora do almoço)

                – Hum… só falta uma coisa pra ficar perfeito !- diz o pai

                – Eu sei o que é pai.

                – O que ? Quero ver se você adivinha.- diz o pai

                – A minha irmã! (que não está em casa agora).

 

Quando se fala de dar carinho, de ficar junto, de ajudar o outro sem calcular riscos, vejo que seu nome diz mesmo o que você é … um amigo fiel.

Então, eu digo sim : meu menino.

Gerusa Pedreira e Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s