O círculo

Há os que se atentam aos círculos,

assim como eu.

De tão redondinhos

rolam rolam sem parar

levando sempre a algum lugar

Levando o quê mesmo ?

Muito do que não se pode ver.

Muito do que se pode sentir.

Muito do que se pode nem perceber.

Do lado de dentro,

só girando,

é muito difícil se localizar.

Onde está o início ?

Que tal sair um pouco ?

Quem sabe brincamos de rompê-lo ?

Gerusa Pedreira e Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s