Eu não vi

Ficar assim, meio parado.

Na verdade, extasiado !

Interrogações saltitando …

Quando foi que envelheci ?

Enquanto eu dormia,

o tempo mudou.

O ensolarado tornou-se chuvoso.

Eu não vi.

O sopro do vento me sussura :

“corre ! a vida está te deixando pra trás”.

Peguei-me admirando a juventude…

tom de voz alto nas conversas,

risadas de todos e de tudo,

velocidade na aprendizagem,

cansaço, é pra depois, amanhã talvez.

Respiração que invade.

E faz o velho se sentir novo,

apenas por lhe fazer desejar

viver mais e tudo de novo !

Gerusa Pedreira e Silva

Anúncios

Um comentário sobre “Eu não vi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s